Moradora do Jardim Colibri, de 30 anos, acionou a de Dourados para se defender do marido de 34, com quem é casada há 12 anos. Ela denunciou que vem sofrendo tortura psicológica e também agressões físicas desde o último sábado (18).

Aos guardas municipais, ela relatou que foi atingida com um soco na cabeça e que as agressões e as torturas psicológicas têm sido frequentes, mesmo quando ela está com o de dois meses no colo.

A equipe esteve na residência da vítima e deu ordem de ao marido. Ele foi levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento comunitário), com o uso de algemas, onde o caso foi registrado como violência doméstica.

Saiba Mais