Davi Petrovich Targon, de 18 anos, morto a durante a noite de sábado (19), na Rua Francisco Antônio de Souza, na Vila Fernanda, em , tinha se envolvido no sequestro de um homem em 2022. Davi estava a caminho de um espetinho quando foi assassinado.

O sequestro do homem aconteceu por causa de uma dívida do filho de R$ 40. Na época, a vítima ficou em poder de Davi e de mais três rapazes por cerca de 8 horas. O homem contou na que foi abordado pelos quatro que questionaram onde estava seu filho.

Ele respondeu que não sabia onde o jovem estava. Neste momento, o grupo fez com que ele entrasse em seu próprio carro, uma pickup Pampa, que foi conduzido pelo adolescente. Os suspeitos falaram que a dívida do filho da vítima seria de R$ 40, mas que naquele momento o valor teria aumentado para R$ 500.

O grupo ficou dando voltas na cidade com a vítima que tinha de ficar com a cabeça abaixada o tempo todo. O homem disse para os criminosos que não tinha todo esse valor em sua conta e acabou fazendo um Pix no valor de R$ 127.

Na época, a polícia foi até a casa do adolescente que negou os fatos dizendo que estava em uma boate com a vítima e que, ao deixarem o local pela manhã, pegou o carro emprestado para dar carona para um amigo.

Morte a caminho de espetinho

Dois irmãos seriam suspeitos de matar a tiros Davi Petrovich Targon, de 18 anos. Informações são de que os suspeitos, que seriam irmãos, estavam em uma motocicleta, de cor vermelha. Eles foram em direção a Davi e fizeram disparos, sendo que dois atingiram as costas da vítima, que morreu no local. 

Em seguida, testemunhas afirmaram que os dois fugiram em direção ao Bairro Santa Emília. Não se sabe os motivos para o crime. Os suspeitos ainda não foram localizados. 

O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, porém, Davi morreu no local. Abalado, o avô da vítima relatou que sua filha, mãe do jovem, passou mal e precisou ser levada para atendimento. A Polícia Militar faz diligências atrás dos autores. A Polícia Civil irá investigar o caso.