A Justiça de condenou um homem de 25 anos pelos estupros cometidos contra sua enteada de 12 anos, que acabou do autor. A menina era trancada em casa pela mãe e pelo padrasto para que a não fosse descoberta.

A polícia foi procurada pela irmã em novembro de 2021 após ela descobrir que a adolescente estava grávida e que teria sofrido abusos de seu padrasto. A menina em depoimento especial contou que era estuprada pelo homem há 1 ano e que o bebê que estava esperando era de seu padrasto. 

A menina estava grávida de seis meses quando foi descoberto o crime. O homem foi preso na época e ainda foi investigado se ele poderia ter abusado das irmãs menores da vítima.

Nesta quarta-feira (22), a Justiça o condenou a 20 anos de reclusão sem direito a recorrer em liberdade e ao pagamento de indenização por danos morais em R$ 5 mil. 

Saiba Mais