‘Marcola' que fugiu da polícia na noite de quarta-feira (30), em , após equipe de policiais do Batalhão de Choque desmantelar uma quadrilha de arrastadores de carros, já tinha passagens por receptação, furto e porte ilegal de armas.

As passagens de ‘Marcola' começam em 2016. Em novembro de 2022, ‘Marcola' foi preso por policiais por ser flagrado com uma motocicleta furtada. Na época, ele disse que havia pegado a moto de um vizinho. Ele foi detido e a motocicleta apreendida e levada para a (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos).

A quadrilha foi descoberta quando os policiais faziam rondas da Operação Hórus e, ao pararem um de viagem, se depararam com dois membros da quadrilha. Os dois rapazes começaram a dar versões estranhas sobre a vinda para o Estado e confessaram que vieram para trazer carros furtados ou roubados.

Quatro veículos arrastados 

Segundo informações, quatro veículos vieram para Mato Grosso do Sul: Nissan Versa, Honda Civic, Fiat Siena e Sandero. Os carros foram trazidos de Brasília e seriam levados para o Paraguai e, segundo um dos membros da quadrilha, cada um receberia o valor de R$ 1 mil pelo serviço.

Os criminosos repassaram para a polícia a localização de onde estaria o ‘cabeça' da quadrilha que foi identificado como ‘Marcola'. Quando os policiais foram até a região, flagraram um dos carros, Nissan, mas o motorista fugiu em alta velocidade, sendo alcançado em outro bairro. Tanto o motorista como o passageiro foram presos. 

Já em outra região de Campo Grande onde estaria ‘Marcola', na Rua Cachoeira do Campo, os policiais encontraram o outro carro furtado, um Honda Civic. ‘Marcola' ao perceber a presença dos policiais conseguiu fugir.

Um dos veículos não foi recuperado, o Fiat Siena e informações seriam de que o carro estava a caminho do Paraguai. Os veículos recuperados foram encaminhados para a Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos).