Maikel Pereira dos Santos, de 28 anos, líder de facção em Mato Grosso e Flávio Stulicuif Daleffi, conhecido como C4 receberam as equipes policiais a tiros durante a noite desta sexta-feira (15), disse o delegado Erasmo Cubas do SIG (Setor de Investigações Gerais), em Dourados.

“Desde ontem , desde a prisão da Dracco Sig que colaborou foi uma prisão tensa pois ele tinha diversas passagens por crimes violentos, crimes de tráfico de drogas, mais de três mandados de prisão expedido no nome dele e ele teria vindo para Dourados para se abrigar e conseguiu se integrar a outro grupo criminoso na cidade. Foi feita força tarefa, ele foi capturado”, relata Cubas.

Segundo o delegado, o momento em que ele foi encaminhado para a perícia, conseguiu fugir de forma ousada, mesmo diante da presença policial, da perícia. “Nós acreditávamos que ele inclusive já teria fugido da cidade de Dourados. Fomos buscar por informações para a captura dele onde ele estivesse. E hoje através de algumas informações e diligências tivemos a informação que ele não teria saído da cidade de Dourados”, afirmou o delegado.

“Alinhamos as buscas para tentar identificar, e identificamos que uma pessoa chamadas C4 resgatou ele após a fuga e que eles estariam na favelinha na região do Joquei Clube, fizemos algumas diligências pouco antes do anoitecer e através de entrevistas na região, identificamos a residência. Logo que conseguimos confirmar aqui que ele o C4 poderiam estar no local”, pontua Cubas.

“Só que as equipes do SIG foram recebidas a tiros junto com as equipes do Tático. Já no portão tivemos que revidar o que acabou ocasionando a morte dos dois criminosos, dois faccionados. Eles estavam com dois revólveres e a intenção deles já era a de não se entregar, ou eles escapavam ou não tinham tinham nenhum interesse em colaborar em se entregar”, relata.

Ainda segundo o responsável pelo SIG, nesse imóvel já foram realizada diversas prisões, e serve a facções criminosas. A polícia acredita que Maikel já tinha um plano de fuga em direção a Fátima do Sul.

Troca de tiros

Maikel Pereira dos Santos, de 28 anos, líder de facção em Mato Grosso, preso por decapitar um jovem morreu em troca de tiros com policiais do SIG (Setor de Investigações Gerais) na noite desta sexta-feira (15) no Jardim Joquei Clube em Dourados.

Maikel e um comparsa, identificado como Flávio Stulicuif Daleffi, conhecido como C4 morreram na troca de tiros. De acordo com informações, ambos são do Comando Vermelho. Maikel estava na casa de C4, onde houve a troca de tiros e ambos foram mortos. Duas armas foram apreendidas na casa.

Nesta quinta-feira (14), Maikel conseguiu escapar das algemas e fugiu do Imol (Instituto Médico Odontológico Legal), de onde seria transferido ao presídio.

Desde o dia da fuga a Polícia Civil já estava com diversas equipes espalhadas pelas ruas da maior cidade do interior de Mato Grosso do Sul para tentar capturar o bandido faccionado.

Maikel foi preso na noite da última terça-feira (12), por policiais do Dracco (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado) na periferia de Dourados, acusado de ser o mandante de homicídio de jovem de 19 anos decapitado na cidade de Lucas do Rio Verde (MT).

Considerado de alta periculosidade Maikel conseguiu fugir durante procedimentos de recâmbio de oito presos para a PED (Penitenciária Estadual de Dourados), nesta quinta.

Durante a realização de exame de corpo de delito, Maikel conseguiu se desvencilhar das algemas e fugiu pulando o muro do órgão público. Ainda segundo a polícia, desde então todas as diligências possíveis estão sendo empreendidas por todas as forças de segurança pública que atuam na cidade de Dourados para a recaptura do foragido.

Prisão

Policiais do Dracco (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado) localizaram e prenderam em flagrante em MS, líder de integrante de organização criminosa do estado do Mato Grosso.

Conforme a polícia, o Dracco recebeu informações através da Força integrada PJC/MT, Delegacia de Polícia de Lucas do Rio Verde-MT, Núcleo de Inteligência da Delegacia Regional de Nova Mutum e Diretoria de Inteligência de que um faccionado.

Ele é apontado como mandante de um homicídio de um jovem de 19 anos decapitado na cidade de Lucas do Rio Verde-MT, e teria fugido para Mato Grosso do Sul, passando a residir em Dourados-MS, onde estaria fazendo uso de documentos falsificados, facilitando o seu trânsito por aquela localidade livremente.

Mesmo procurado, ainda segundo a polícia, ele não parou com suas atividades criminosas, passando a se dedicar ao tráfico de drogas na cidade de Dourados, inclusive, divulgando em rede social a oferta dos entorpecentes.

Foto: Marcos Morandi/Midiamax

Maikel Pereira dos Santos, morreu em troca de tiros na noite desta sexta (reprodução)