Júlio César Miranda dos Santos, de 39 anos, foi condenado a 24 anos de prisão, por matar Adriana Pereira no dia 23 de julho deste ano. O julgamento aconteceu nesta terça-feira (7), no Tribuna do Júri, em Anastácio, cidade localiza a 138 km de .

O júri popular teve sete horas de julgamento. Durante o julgamento, o promotor de justiça, Marcos Martins de Brito, estava com a do crime e utilizou para embasar a acusação.

Familiares e amigos de Adriana estiveram presentes na sessão, alguns vestindo camiseta com a foto da vítima e pedindo justiça.

Caso

Adriana estava na companhia de uma mulher e da filha de 9 anos, fechando o bar, por volta das 14h30, quando o apareceu em uma motocicleta, de cor verde, desceu e fez disparos em direção à vítima, que foi atingida por cinco disparos, sendo quatro na região posterior do tórax e um no braço.

A vítima chegou a ser socorrida pelo cunhado, mas não resistiu e morreu no hospital. Logo após o crime, o ex-marido de Adriana fugiu. Em diligências, a polícia foi até a casa da namorada do suspeito e ela confirmou que ele havia fugido após confessar que havia assassinado Adriana.

Saiba Mais