O autor do assassinato de Marlon Ozias Santana, de 29 anos, no início do mês, se apresentou na 2ª Delegacia de Polícia Civil, em Campo Grande, dias após o crime e confessou. Como se apresentou com advogado e estava fora do flagrante, deve responder ao processo, a princípio, em liberdade.

Em depoimento, o homem contou que agiu por vingança, após ter sido agredido pela vítima. Segundo o delegado Leandro Lacerda, a do crime foi localizada e apreendida.

No dia do crime, a irmão de Marlon chegou a falar para a polícia que a briga entre os dois teria começado depois que o autor ‘mexeu’ com a mulher da vítima e que Marlon e o irmão teriam surrado o autor e ele prometido que iria se vingar.

Por volta das 23 horas, quando o homem estava na praça que fica em frente a uma conveniência, o autor chegou armado com uma faca e esfaqueou a vítima, que inicialmente foi levada até a (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Almeida.

Devido à gravidade, Marlon foi transferido para a Santa Casa com ferimento no tórax, sedado e intubado, mas não resistiu.

Como não havia pedido de preventiva, o homem foi ouvido e liberado, para responder a princípio em liberdade.

Saiba Mais