Um homem, de 36 anos, foi preso pela PM (Polícia Militar), na noite dessa quinta-feira (12), após agredir e ameaçar a própria mãe, de 65 anos. O caso foi registrado no Vida Nova, região norte da capital, onde o agressor ainda fez um quebra-quebra na casa, destruindo eletrodomésticos.

De acordo com as informações do boletim de ocorrência, o ‘pivô’ de toda confusão foi quando o acusado ouviu da mãe que ele não iria passear no Bioparque com as primas, que vieram de outra cidade, de Mato Grosso do Sul. O homem então saiu de casa prometendo que voltaria e quebraria tudo na residência.

Ainda conforme o registro, após consumir bebida alcoólica e fazer uso de drogas, o agressor retornou à casa ainda mais revoltado, foi quando passou a destruir os objetos. Ele quebrou o vidro do fogão e a porta da geladeira, jogou vários eletrodomésticos no chão, revirou outros cômodos da casa e ainda ameaçou queimar toda a residência.

No momento em que a mulher tentou impedir que o filho continuasse com a quebradeira, ela foi agredida com um soco no rosto, o que causou um corte de 4 centímetros. As primas do agressor, juntamente com os pais delas, correram desesperadas para fora da residência e gritaram por socorro. Os vizinhos acionaram a PM, que fez rondas nas imediações e prendeu o autor.

O homem disse que não se recordava de ter dado um soco na mãe e falou que apenas teria empurrado ela. O caso foi registrado como dano, violência doméstica, ameaça e lesão corporal, mas, por volta das 7 horas da manhã desta sexta-feira (13), o agressor acabou sendo liberado da (Delegacia de Atendimento à Mulher).

A idosa não pediu por medidas protetivas contra o filho.