Um homem de 25 anos acabou preso na noite desse sábado (22), após invadir a casa da ex-mulher de 20 anos e fazê-la refém junto dos filhos de 2 anos e de um recém-nascido. Ele ameaçou os policiais dizendo ser do PCC (Primeiro Comando da Capital). O caso foi registrado na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

Segundo informações, o homem invadiu a casa no fim da tarde de sábado quando a mulher estava com os filhos. Ela disse que ele não aceita o fim do relacionamento e quando invadiu a residência aparentava estar sob efeito de drogas. 

O autor fez ameaças e disse que se ela ligasse para a polícia todos iriam morrer, inclusive as crianças. Ele ainda bateu no filho de 2 anos e agrediu a ex-mulher com socos e empurrões. A polícia foi acionada e ao chegarem ao local, o homem gritou que se entrassem iriam todos morrer.

Ele conseguiu fugir, mas acabou capturado pelos policiais que fizeram rondas pelo bairro e quando preso, o autor ainda disse que era do PCC (Primeiro Comando da Capital), e que iria matar os militares. O autor já tem várias passagens por violência doméstica. Ele foi preso e levado para a delegacia.