Após o corpo de um homem ser encontrado esquartejado em mala na BR-158, em Selvíria, cidade a 399 km de Campo Grande, a companheira do homem, uma de 61 anos, confessou o crime. Partes do corpo foram guardadas em congelador.

Conforme a Polícia Civil de Selvíria, inicialmente ela negou envolvimento, mas após entrar em contradição, revelou ser a autora do homicídio. Ela afirmou que matou o marido, de 64 anos, com veneno de rato e, sem saber o que fazer com o corpo, decidiu esquartejar a vítima.

Primeiro, ela disse que colocou o tronco dentro de uma mala e as demais partes do corpo guardou em um congelador, onde também armazenava lanches que vendia.

No dia do crime, na quinta-feira (25), ela primeiro descartou a mala e no dia seguinte, nesta sexta-feira (26), jogou a cabeça, os braços e as pernas congeladas na beira da rodovia.

Vizinhos relataram à polícia que ela e o homem, de 64 anos, tinham muitas brigas. A mulher foi presa em por homicídio qualificado.

Foto: Divulgação/PCMC