Nesta sexta-feira (10), um brasileiro e um paraguaio foram presos em (PY), fronteira com Ponta Porã, pela morte de Alberto Anastácio Medina Mancuello, de 34 anos. O crime aconteceu na madrugada do último domingo (5).

Conforme a Polícia do Paraguai, os dois homens foram presos em uma casa, durante buscas feitas pela polícia. Na residência também foram apreendidos um aparelho de DVR, dois celulares e uma de fogo.

No entanto, a arma não teria sido a utilizada no crime. Os dois envolvidos foram encaminhados para o Departamento de Investigações da Polícia Nacional.

Homem foi torturado e morto

Enquanto dormia ao lado da esposa, Alberto foi surpreendido pelos pistoleiros. Inicialmente, um grupo de 6 a 8 pessoas teria invadido a residência da vítima.

Assim, Alberto passou a ser torturado e ainda foi morto com vários na cabeça. Já a esposa foi mantida em cárcere privado, em um outro quarto.

A princípio, a suspeita é de que o crime tenha envolvimento com tráfico de drogas. A residência da vítima foi revirada e há suspeita de que os pistoleiros procuravam algo no local.

Saiba Mais