Um trabalhador rural, que estava desde a sexta-feira retrasada (20), reencontrou os familiares, neste sábado (28), em Corumbá. Rogério Parabá Gonçalves, de 40 anos, havia saído da fazenda onde trabalha na cidade de Coxim e estava indo visitar os familiares, em Corumbá, mas no meio do trajeto teve a carteira e o celular furtados na rodoviária de .

Os parentes desesperados registraram boletim de ocorrência e estavam em buscas de notícias de “Galo”, como Rogério é conhecido. Ele veio de ônibus até à capital de e o objetivo era seguir viagem até Corumbá. Mas, de acordo com a irmã de Rogério (Ana Luíza Gonçalves), enquanto ele aguardava para comprar a passagem na empresa ‘acabou tirando um cochilo’ na rodoviária, momento em que um ladrão teria ‘furtado a carteira e o celular do trabalhador rural’.

“Então ele ficou sem para comprar a passagem e ainda ficou sem o telefone pra avisar a gente. Ficamos apreensivos demais, sem saber o que tinha acontecido”, disse Ana Luíza.

Por alguns dias durante a semana, Rogério ficou perdido em Campo Grande, depois o jeito foi seguir viagem de carona. Primeiro, conseguiu uma carona até à cidade de Miranda (a cerca de 250 km de Campo Grande) e em seguida outra carona até Corumbá (a 430 km da capital).

Com a notícia de que o trabalhador rural agora está tudo bem, que felizmente não aconteceu nada de mais grave com ele, agora a preocupação de Rogério e dos familiares é encontrar a carteira, principalmente os documentos que estavam nela. Quem tiver informações sobre a documentação em nome de Rogério Parabá Gonçalves, pode entrar em contato com a irmã dele, Ana Luiza, no fone: (67) 9 9879-1354.

Saiba Mais