A Adepol-MS (Associação dos Delegados de Polícia de Mato Grosso do Sul) emitiu nesta quarta-feira (1º) uma nota de solidariedade à PM (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul), após falas polêmicas do vereador Professor André (Rede).

De acordo com a nota, o pronunciamento foi ‘desrespeitoso e preconceituoso’ ao se referir aos policiais militares que atuam na Capital com expressões “passeiam de camionete” e “permanecem em salas com ar-condicionado” e “ficam em grupos de 10 nas esquinas olhando WhatsApp” e que são “uma piada atrás de mesas e por isso são gordos, barrigudos e depressivos”.

A nota diz:

“Os policiais, bombeiros e guardas municipais atuam, cada qual em suas respectivas missões constitucionais, com galhardia, coragem, abnegação e competência, não raro oferecendo a própria vida ou integridade física para garantir a vida e integridade física de pessoas que sequer conhecem, e em razão disso merecem todo respeito, reconhecimento e acolhimento dos mais diversos setores da sociedade a que servem.ㅤ

é uma das capitais mais seguras do Brasil, com um dos menores índices de criminalidade e com um dos mais altos números de esclarecimento de crimes, e isso se dá em grande parte pelo engajamento dos efetivos de suas forças de , e dirigir-se a esses trabalhadores com desrespeito é inaceitável.ㅤ

Profissionais de Segurança Pública com depressão não são consequência de ócio, mas sim do enfrentamento diuturno da criminalidade e seus efeitos, lidando com a dor e o sofrimento de pessoas que perdem seus entes queridos, com privação do convívio familiar em datas importantes, ou seja, doam sua saúde física e emocional para a sociedade. Segurança Pública é responsabilidade de TODOS e dever do Estado, nunca esqueçamos disso”.

Saiba Mais