Na noite de sexta-feira (30), homem de 31 anos foi preso em na Rodovia com dinheiro em espécie e material de campanha, sob suspeita de . Ele alegou que o valor – mais de R$ 100 mil – seria para o pagamento de cabos eleitorais.

A abordagem foi feita pela Polícia Civil de com apoio da Polícia Civil de Três Lagoas, após denúncia anônima de que uma Blazer branca estaria com o dinheiro de compra de votos. Então, as equipes foram até a rodovia já na região de Bataguassu.

Aproximadamente 30 minutos depois, foi localizada e abordada a Trailblazer branca, com placas de Campo Grande, conduzida pelo homem de 31 anos. Ele relatou que levava dinheiro e material de campanha eleitoral no carro.

No entanto, o suspeito alegou que o dinheiro seria para o pagamento de cabos eleitorais de dois prefeitos em Mato Grosso do Sul. Ele chegou a mostrar 20 contratos de serviços remunerados para a campanha eleitoral, no valor de R$ 500 cada, totalizando R$ 10 mil.

Nenhum dos documentos tinha assinatura dos contratantes ou testemunhas. Ainda foram encontrados santinhos e adesivos de candidatos. Consta no registro policial que o suspeito foi questionado sobre a lisura da conduta e a origem do dinheiro, mas não soube explicar.

Ao todo, foram apreendidos R$ 102.869, em notas de R$ 50 e R$ 100. Dois aparelhos celulares foram apreendidos e o homem preso em flagrante pelo crime de compra de voto.