'Sempre disse para mudar de vida', relata irmã de executado com 11 tiros na cabeça em Campo Grande

‘Pinguim’, como era conhecido, tentava colocação no mercado de trabalho, mas passagens pela polícia dificultavam emprego formal
| 10/06/2022
- 09:14
'Sempre disse para mudar de vida', relata irmã de executado com 11 tiros na cabeça em Campo Grande
Willian foi morto por dupla em motocicleta - (Foto: Reprodução)

A irmã de Willian César dos Anjos, de 35 anos, executado com 11 tiros na cabeça, durante a madrugada desta sexta-feira (10), teria alertado o 'Pinguim' para mudar de vida. Ainda em choque com o assassinato do irmão, ela disse não saber quem seria o autor do crime e nem os motivos para o assassinato. Amigos fizeram suas homenagens para ‘Pinguim’ nas redes sociais.  

Ainda segundo a irmã, Willian já foi preso por roubo e desde que saiu da prisão não teria arrumado serviço 'em lugar nenhum'. Nas redes sociais, amigos ainda não acreditam na execução. Em uma das postagens, um amigo diz não acreditar na de Willian. “E meu mnw Infelizmente veio a pior notícia hoje a notícia que vc partiu. Só quero que Deus te coloca em um boom lugar. Valeu pelos momentos boom que passou comigo descanse em paz [sic]”.

“Nunca imaginei que um dia iria postar isso por vc meu amigo, onde estiver vai em paz. Que Jesus Cristo te receba de braços abertos. Meus sentimentos a sua mãezinha que ficará a com essa dor e toda família e amigos 😭😭 infelizmente vc teve que partir, mas como se diz cumpriu seu legado eterno [sic], diz outra publicação.

comentarios facebook executado - 'Sempre disse para mudar de vida', relata irmã de executado com 11 tiros na cabeça em Campo Grande

Passagens de ‘Pinguim’

As passagens de Willian começam em 2006, com roubo majorado em agosto. Nessa ocasião, ‘Pinguim’ estava com uma motocicleta, de cor vermelha, e fez diversos roubos a celulares na Avenida dos Cafezais.

Já em junho de 2009, ele também foi apontado e acabou preso por outro arrastão de roubos de celulares, no Bairro Taveirópolis. ‘Pinguim’ também tem passagens por porte ilegal de arma de fogo em 2008.

Execução

A execução aconteceu depois da meia-noite, na Rua Escaramuça, quando Willian acabou sendo fechado pela motocicleta dos atiradores, que fizeram pelo menos seis disparos contra o da vítima.

Willian tentou fugir, mas acabou batendo com o carro em um poste. Neste momento, ele desceu e tentou correr a pé, mas foi perseguido e executado com 11 tiros na cabeça e dois no tórax, no meio da rua.

Após o crime, os autores subiram calmamente na motocicleta, mas como a moto não funcionava deram um tranco, fugindo em seguida. Um motorista de aplicativo teria presenciado a execução. Foram recolhidos pela perícia 15 estojos e quatro projéteis. Existem câmeras de segurança nos arredores. 

buracodebala Henrique Arakaki - 'Sempre disse para mudar de vida', relata irmã de executado com 11 tiros na cabeça em Campo Grande
(Foto: Henrique Arakaki/Jornal Midiamax)

Veja também

Joe ainda falou que dono do lava jato mandava vídeos atirando dizendo que as balas eram para ele

Últimas notícias