Executado com 11 tiros na cabeça em Campo Grande, 'Pinguim' tinha várias passagens por roubo

Willian tinha passagens desde 2006 por roubo majorado
| 10/06/2022
- 08:30
Executado com 11 tiros na cabeça em Campo Grande, 'Pinguim' tinha várias passagens por roubo
Willian foi morto por dupla em motocicleta - (Foto: Reprodução)

Willian César dos Anjos, de 35 anos, conhecido como ‘Pinguim’, tinha várias passagens por roubo e porte ilegal de arma de fogo. Willian foi assassinado com 11 tiros na cabeça, na madrugada desta sexta-feira (10), no Bairro Jardim Radialista, em Campo Grande.

As passagens de Willian começam em 2006, com roubo majorado em agosto. Nesa ocasião, ‘Pinguim’ estava com uma motocicleta, de cor vermelha, e fez diversos roubos a celulares na Avenida dos Cafezais. Já em junho de 2009, ele também foi apontado e acabou por outro arrastão de roubos de celulares, no Bairro Taveirópolis.

‘Pinguim’ também tem passagens por porte ilegal de arma de fogo em 2008. Ele foi executado depois da meia-noite quando ia para a inauguração de uma tabacaria. Ele tentou fugir, mas foi perseguido.

A execução

A execução aconteceu depois da meia-noite, na Rua Escaramuça, quando Willian acabou sendo fechado pela motocicleta dos atiradores que fizeram pelo menos seis disparos contra o da vítima.

Willian tentou fugir, mas acabou batendo com o carro em um poste. Neste momento, ele desceu e tentou correr a pé, mas foi perseguido e executado com 11 tiros na cabeça e dois no tórax, no meio da rua.

Após o crime, os autores subiram calmamente na motocicleta, mas como a moto não funcionava deram um tranco, fugindo em seguida. Um motorista de aplicativo teria presenciado a execução. Foram recolhidos pela perícia 15 estojos e quatro projéteis. Existem câmeras de segurança nos arredores. 

Veja também

Motorista ultrapassou semáforo vermelho e atingiu outro carro na esquina com a Rui Barbosa

Últimas notícias