Polícia

Mãe denuncia seguranças que quebraram mandíbula de rapaz em boate de Campo Grande

Ela estava junto do filho e presenciou as agressões

Renata Portela Publicado em 10/01/2022, às 16h28

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

Nesta segunda-feira (10), mulher de 43 anos procurou a Polícia Civil para denunciar seguranças de uma casa noturna de Campo Grande, localizada na região do Amambaí. O filho dela, de 21 anos, teria sido agredido pelos funcionários na madrugada de domingo (9).

Conforme relato da mulher, ela estava com o filho quando ele saiu para fumar. Algum tempo depois, um segurança foi até ela e disse que o rapaz estava detido, na parte externa do estabelecimento. Quando a mãe chegou, viu o jovem já sendo agredido.

Ainda segundo ela, ao menos 6 seguranças agrediam o rapaz. Ela tentou socorrer, quando foi empurrada e depois segurada por uma segurança feminina. Após as agressões, ela levou o filho até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento do Coophavila), com a suspeita da mandíbula quebrada.

O rapaz recebeu atendimento e foi liberado. No entanto, reclamando de dores ele foi socorrido em casa pelo Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) e levado para a Santa Casa, onde permanece internado aguardando cirurgia.

O caso é tratado como lesão corporal dolosa e é investigado.

Jornal Midiamax