André Luiz Prado de Moraes, de 21 anos, assassinado a na noite dessa segunda-feira (15), no Bairro Aero Rancho, em , voltava para casa no quando ocorreu o crime.

André tinha ido visitar o irmão e, por volta das 22h30, caminhava pela Rua Presidente Tancredo Neves indo em direção a sua casa. Na esquina com a Rua Caladio, a vítima foi surpreendida por ‘Pipa', que estava com um revólver niquelado. 

Ele foi para cima de André fazendo os disparos, sendo que um deles atingiu o tórax do jovem. André foi socorrido para a unidade de saúde da região, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Um dos moradores da região contou ao Jornal Midiamax que ‘Pipa' sempre arrumava confusão com todos na região, e que ficava nas esquinas exibindo o revólver para mostrar que era ‘machão'.

Outro morador contou que André era gesseiro e um rapaz muito trabalhador. Ele deixa dois filhos. 

Capital tem 74 assassinados em 8 meses

De acordo com os dados da (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), Campo Grande tem um total de 74 homicídios até esta terça-feira (16). Só no mês de agosto foram quatro mortes violentas na Capital.

Conforme os registros da segurança, os meses mais violentos em Campo Grande desde o início do ano foram janeiro e julho com 16 homicídios em cada mês.

Em todo o Estado, desde o início do ano até agora, foram 251 homicídios dolosos registrados. Uma média de mais de 31 mortes por mês. O mês mais violento até agora em Mato Grosso do Sul é janeiro, com 47 homicídios. Mais detalhes sobre números dos registros policiais do Estado podem ser conferidos neste link.