Foi decretada pela Justiça, no fim da manhã desta segunda-feira (7), a prisão preventiva da ex-secretária e de 43 anos que atropelou um motociclista de 26 anos, na noite de domingo (6), no em Campo Grande.

A decisão foi assinada pela juíza de direito plantonista, Elisabeth Rosa Baisch, que afirmou na peça: “O crime em questão admite a prisão preventiva, e os elementos que acompanham o APFD, apontam no sentido da presença simultânea de prova da existência de crime e indícios suficientes de autoria, e por fim, existe o perigo concreto na permanência do flagrado em liberdade.”

A juíza ainda diz que “assegurar a aplicação da lei penal tem o significado de evitar que o flagrado venha a fugir do distrito da culpa, criando obstáculo ao cumprimento da pena ante eventual condenação.”

O advogado de defesa, Luiz Luna, tentou a liberdade da jornalista que foi negada pela magistrada deferindo a prisão preventiva. 

O acidente aconteceu por volta das 22 horas e câmeras de segurança mostraram o momento da colisão. A jornalista chegou a fugir do local, mas voltou, sendo presa em e encaminhada para a delegacia. 

Imagens de segurança do acidente

Pelas imagens é possível ver quando o motociclista segue pela Rua Antônio Alves da Silva e ao chegar ao cruzamento acontece a colisão com o veículo da jornalista que seguia pela Rua Macário Alves. Com o impacto da batida, o motociclista vai parar em cima do capô do veículo. O namorado da jornalista desce e ajuda a tirar a vítima de cima do carro. 

Populares começam a chegar e acionam o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Uma moradora, que não quis se identificar, disse ao Jornal Midiamax na manhã desta segunda-feira (7), que ninguém agrediu o rapaz como foi dito pela jornalista à polícia.

Estado de saúde do motociclista

Segundo a assessoria d comunicação do , o rapaz deu entrada às 23h12, trazido pelo Samu com traumatismo crânio encefálico e trauma em membro inferior direito. Foi avaliado pela equipe da ortopedia devido fratura de tornozelo direito, e aguarda programação cirúrgica. Segue consciente, orientado e estável no momento.