Dois se apresentam por morte de mulher a pedrada e dizem que agiram em legítima defesa

Um dos rapazes atingiu a mulher com a pedra na cabeça
| 20/01/2022
- 18:43
Autores se apresentaram com advogado
Autores se apresentaram com advogado - (Foto: Leonardo de França, Midiamax)

Na tarde desta quinta (20), dois rapazes de 20 e 21 anos se apresentaram na 7ª Delegacia de Polícia Civil, pelo homicídio de Edvani Cardoso dos Santos, de 44 anos. Ela foi morta a pedrada no Zé Pereira, na madrugada de terça-feira (18).

Conforme o advogado Tiê Hardoim, os dois rapazes estavam em um bar, quando a mulher passou pelo local e houve uma discussão. Eles contaram que não conheciam Edvani e que ela partiu para cima deles armada com um caco de vidro.

Houve vias de fato, quando os três entraram em luta corporal. No entanto, o rapaz de 21 anos atingiu Edvani com uma pedrada na cabeça. Ele alegou ao advogado que não tinha intenção de matar, apenas de parar com as agressões.

A defesa alega legítima defesa e os acusados prestaram depoimento sobre o caso. O rapaz de 21 anos responderá em liberdade pelo homicídio e o mais novo, a princípio, não deve responder por nenhum .

Homicídio

Edvani foi assassinada a pedradas na cabeça por volta das 3 horas de terça. Um familiar da vítima contou ao que ela era usuária de drogas. Antes de ser assassinada, ela teria passado na casa da filha de 19 anos, que fica no mesmo bairro.

A vítima ainda pediu para que a filha mais nova, de 12 anos, comprasse um macarrão instantâneo para ela horas antes do crime acontecer. Ainda segundo o familiar de Edvani, várias pedras e cacos de garrafas foram recolhidos do local depois do crime.

A vítima teria agonizado à espera do socorro, mas acabou morrendo antes da chegada da ajuda. O primo de Edvani afirmou que estava dormindo quando acordou com o barulho no portão de sua casa. Ao se levantar e sair para ver, acabou flagrando a vítima na calçada. O autor estava com uma pedra nas mãos e arremessou contra a cabeça de Edvani, que morreu no local.

*Matéria editada às 17h44 para acréscimo de informação

Veja também

Droga era transportada em um caminhão e iria para São Paulo

Últimas notícias