Amigos procuram família em Mato Grosso do Sul para que Lucimara não seja enterrada como indigente em SP

IML deu prazo de 15 dias para que familiares se apresentem
| 04/05/2022
- 14:24
enterrada como indigente
Lucimara mora em Ribeirão preto há cerca de 20 anos - (Foto: Reprodução/Fla Povo)

Lucimara de Oliveira, como é conhecida por amigos, corre o risco de ser enterrada como indigente no município de Ribeirão Preto, em São Paulo, distante 798 quilômetros de Campo Grande. A mulher teria falecido por e o corpo está no IML (Instituo Médico Legal) da cidade.

A busca dos familiares é realizada pela Associação Anjos da Rua, que trabalha no auxílio e assistência de pessoas em situação de rua. A presidente da associação, Juliana de Souza Alencar, comenta ser natural de e ter conhecido Lucimara através do trabalho realizado no Estado vizinho.

De acordo com Juliana, o corpo foi reconhecido por uma amiga de Lucimara, também de Mato Grosso do Sul, que reside em Ribeirão Preto. A amiga não conheceria familiares de Lucimara ou formas de encontrá-los e recorreu à ajuda da associação e das redes sociais.

Com fotos, as duas seguem compartilhando a história em redes e aplicativos de mensagens para que a família tenha ciência do falecimento e consiga providencia um enterro para a sul-mato-grossense. “Não vou deixar ela ser enterrada como indigente”, comentou Juliana.

Qualquer informação sobre familiares de Lucimara pode ser repassada para o número (16) 98200-1169.

Veja também

Ele também responderá por crime ambiental de maus-tratos a animais

Últimas notícias