Acusado de matar amigo em assentamento após briga por droga tem prisão preventiva decretada

Vítima foi morta com golpes de banco de madeira no rosto
| 01/04/2022
- 11:49
Acusado de matar amigo em assentamento após briga por droga tem prisão preventiva decretada
(Foto: Nathalia Alcântara - Jornal Midiamax)

Após confessar em depoimento ter fugido do Estrela, ao matar o amigo e colega de casa Stanislau Silva Vicente no dia 27 de março, Vagnildo de Oliveira, de 40 anos, teve a preventiva decretada nesta sexta-feira (1). A vítima teve o rosto desfigurado e ainda gemia quando o autor fugiu do local.

Vagnildo foi preso no Cetremi e explicou ter matado a vítima com golpes de um banco de madeira com cinco golpes no rosto. Segundo ele, os golpes teriam sido uma tentativa de defesa ao perceber que a vítima queria matá-lo com uma faca.

Ainda segundo o relato do autor, ele tirou a faca das mãos de Stanislau e derrubou o colega no chão antes de desferir os golpes. Vagnildo relatou que após os cinco golpes Stanislau ainda gemia, mas ele “só pensava em fugir para não ser preso”. Em seguida, ele teria ido embora caminhando até a estrada e chegou à rodovia no início da noite.

Briga que acabou em assassinato

Vagnildo contou que ele, a vítima e mais outro colega, conhecido como Amoriel, moravam todos juntos, e dividiam a conta da alimentação e tarefas domésticas da casa. No dia do crime, todos beberam e usaram maconha, e quando a droga acabou, Stanislau teria pedido para que Amoriel fosse até o jardim Noroeste comprar mais, o que foi repreendido por Vagnildo.

Segundo o depoimento de Vagnildo, ele teria dito à vítima que Amoriel poderia sumir com a motocicleta trocando por drogas. Com a demora de Amoriel, Stanislau passou a quebrar objetos da casa e jogar alimentos no chão, momento em que Vagnildo teria ficado bravo e os dois passaram a discutir.

Vagnildo ainda relatou que enquanto juntava os alimentos do chão percebeu pela sombra, que Stanislau estava vindo na sua direção armado com uma faca, por isso, se defendeu. O autor foi preso no Cetremi em Campo Grande.

Veja também

Últimas notícias