Polícia

PMs absolvidos após serem presos por roubo são inocentados em processo administrativo

Eles continuarão nas fileiras da PMMS

Renata Portela Publicado em 03/09/2021, às 18h26

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Nesta quinta-feira (2), dois policiais militares de Dourados, cidade a 225 quilômetros de Campo Grande, presos após acusação de terem roubado uma residência, foram absolvidos do Conselho de Disciplina. A prisão aconteceu em 2018 e eles já tinham sido absolvidos pelo crime.

Conforme o advogado Matheus Machado Lacerda, os dois policiais foram presos preventivamente naquele dia 11 de outubro, mas acabaram absolvidos por não restar comprovada a autoria do crime. Ainda assim, eles respondiam processo disciplinar pelo Conselho de Disciplina.

Os militares foram absolvidos e já não respondem mais ao processo administrativo, que é instaurado para apurar se os policiais poderiam ou não continuar integrando as fileiras da PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul).

Relembre o caso

Depois de investigações feitas foi descoberto que os militares, que foram transferidos de Dourados, sendo um para o Distrito de Ithaum e o outro para Campo Grande, no dia 6 de outubro teriam invadido uma casa e rendido uma família.

Durante o assalto à residência, um dos militares teria apontado a arma para a cabeça da esposa e da filha, de 10 anos, do morador. Durante o assalto, a touca de um dos bandidos caiu e o morador reconheceu o assaltante, que seria um dos militares presos. Eles fugiram levando dois celulares e R$ 700.

Após o relato do morador, policiais civis conseguiram localizar os dois militares, sendo que um deles foi preso em casa.

Jornal Midiamax