Polícia

Grávida é socorrida ensanguentada após ser perseguida e espancada por ex

Filha da vítima, uma criança, conseguiu impedir que o autor desferisse golpes de chave de fenda na mãe

Thatiana Melo Publicado em 06/10/2021, às 06h18

None
(Ilustrativa)

Uma mulher grávida de 5 meses foi socorrida ensanguentada na noite da última terça-feira (5), na cidade de Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande, depois de ter sido espancada pelo ex-marido, com quem manteve um relacionamento de cinco meses.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e a polícia foram acionados por volta das 18 horas de ontem para o bairro São Jorge, encontrando a vítima na rua, amparada por familiares. A mulher contou que foi perseguida pelo ex-marido quando foi buscar o filho na escola.

Ela relatou que foi agredida na rua e conseguiu fugir para sua casa. O homem a seguiu e dentro da residência, agarrando-a pelos cabelos e desferindo-lhe socos e chutes. A filha dela, uma criança, conseguiu impedir o homem de desferir golpes de chave de fenda na mãe. Ele fugiu em seguida. 

Denuncie!

Existem dois números para contato: 180, que garante o anonimato de quem liga, e o 190. Importante lembrar que a Central de Atendimento à Mulher (180), é um canal de atendimento telefônico, com foco no acolhimento, na orientação e no encaminhamento para os diversos serviços da rede de enfrentamento à violência contra as mulheres em todo o Brasil, mas não serve para emergências.

As ligações para o número 180 podem ser feitas por telefone móvel ou fixo, particular ou público. O serviço funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana, inclusive durante os finais de semana e feriados, já que a violência contra a mulher no Brasil é um problema sério no país.

Jornal Midiamax