Polícia

Ex que matou mulher na frente da filha em MS vai a julgamento um ano após o crime

Vizinhos filmaram o desespero da filha ao ver a mãe ser assassinada

Thatiana Melo Publicado em 07/10/2021, às 07h52

None

Vai a julgamento nesta quinta-feira (7), na cidade de Paranaíba, a 407 quilômetros de Campo Grande, Sérgio da Silva Vergínio, acusado de matar Valéria Ribeiro, de 30 anos, em maio de 2020.

O julgamento que vai ser aberto e acontece 1 ano e 5 meses depois do crime. Sérgio será julgado por homicídio qualificado por motivo fútil que dificultou a defesa da vítima e por feminicídio. Ele chegou a ficar internado sob escolta policial após o assassinato. 

Valéria foi morta a facadas, em frente à própria filha — cujo desespero foi filmado por vizinhos, que teriam tentado ajudar a menina. O assassino estava inconformado com o fim do relacionamento, iniciado em outubro do ano anterior. Armado, tentou invadir a casa da vítima, quando Valéria chegava de moto.

De acordo com relatos de vizinhos, Sérgio chegou a disparar, mas a filha de Valéria conseguiu desarmar o agressor, que teria, então, trancado o portão e entrado na casa para pegar a faca que matou a jovem. Segundo a delegada, o nome de Sérgio havia sido registrado em boletins de ocorrência por violência doméstica de outras vítimas, em 2011 e 2013.

Jornal Midiamax