Polícia

Ex tenta invadir casa e policial atira para defender irmã em Campo Grande

Homem foi para cima do policial com uma faca

Thatiana Melo e Gabriel Neves Publicado em 13/10/2021, às 08h05

None
(Henrique Arakaki, Midiamax)

Um homem, de 31 anos, acabou ferido a tiros, na noite dessa terça-feira (12), em Campo Grande, após tentar invadir a casa da ex-mulher, de 30 anos, e ameaçá-la de morte. O casal manteve um relacionamento por cinco anos, está separado há cinco meses e tem uma criança de 5 anos. 

Informações são de que o autor não aceita o fim do relacionamento e persegue a ex-mulher mandando mensagens todo o tempo. No dia 10 deste mês, a vítima registrou um boletim de ocorrência contra o homem e pediu por medidas protetivas. 

Nessa terça (12), ele passou o dia mandando mensagens para a mulher, sendo que foi à noite até a casa dela e mandou que abrisse o portão, o que foi negado pela vítima que acionou a polícia. Quando os policiais chegaram por volta das 21 horas, o homem havia fugido, mas foi só os militares irem embora que ele retornou e passou a chutar o portão para entrar na residência.

O homem xingou a ex-mulher, além de dizer que iria matar a todos que estavam na casa. A mãe da vítima que mora nos fundos ligou para o irmão da mulher, que é policial penal. Quando o agente, de 33 anos, chegou em frente a casa, o autor foi em sua direção com uma faca, nesse instante, o policial penal deu dois tiros no pé do ex-cunhado.

O autor foi encaminhado para a Santa Casa, onde está internado sob escolta policial. O caso foi registrado como ameaça, injúria, perseguição e violação de domicílio, na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

Jornal Midiamax