Polícia

Em velório, família e amigos se despedem de Cacá, diretor do Grupo Capital FM

"Foi uma surpresa para todos", lamentou radialista

Danielle Errobidarte e Renata Barros Publicado em 11/10/2021, às 10h51

Velório e sepultamento ocorreram no Cemitério Parque das Primaveras.
Velório e sepultamento ocorreram no Cemitério Parque das Primaveras. - (Foto: Leonardo de França - Jornal Midiamax)

Durante manhã de muita comoção, familiares e amigos se despediram de Carlos Eduardo Longo de Faria, o Cacá, diretor da FM Capital 95 de Campo Grande e do Grupo Capital de Comunição nesta segunda-feira (11). O velório e o sepultamento ocorreram no Cemitério Parque das Primaveras, das 8h30 às 10h30, seguindo regras de prevenção contra Covid-19.

Abalados, familiares não quiseram conversar com a imprensa. Um dos amigos de Cacá, o radialista Joel Silva expressou surpresa com a morte. "Não esperava ter que noticiar isso, ele era muito querido por todos e conversávamos sobre tudo. Tínhamos muitos planos para as rádios, foi uma surpresa para todos", lamentou.

Joel ainda afirmou que ele deixa três filhos, de 9, 12 e 17 anos.

Por volta das 11 horas da manhã deste domingo (10), a esposa de Cacá ouviu som de disparo de arma de fogo no quarto da residência do casal, no Jardim Autonomista, e, ao averiguar, se deparou com o marido atingido pna cabeça.

Equipes do Corpo de Bombeiros e uma unidade avançada do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegaram a ser acionados, mas a vítima morreu antes que pudesse ser socorrida.

A Polícia Militar esteve no local, no Jardim Autonomista, e preservou a área até a chegada da Polícia Civil, para que a perícia técnica pudesse fazer os levantamentos de praxe. A suspeita é de suicídio.

Apoio

Mato Grosso do Sul conta com o GAV (Grupo Amor Vida), que presta serviço gratuito de apoio emocional a pessoas em crise. "Nossa missão é prevenir o suicídio mediante o apoio emocional à pessoa em crise. Você poderá falar sobre seus sentimentos sem expor sua identidade", afirma o Grupo.

O GAV funciona das 7h às 23h, inclusive nos sábados, domingos e feriados por meio dos telefones (67) 3383-4112, (67) 99266-6560 (Claro) e (67) 99973-8682 (Vivo), todos sem identificador de chamadas.

Jornal Midiamax