Carreta que era usada por facção baiana na fronteira é apreendida na BR-163

Ação foi deflagrada pela Defron, com o apoio do Garras,  SIG de Ponta Porã  e policiais civis de Rio Brilhante
| 14/04/2021
- 10:47
Carreta que era usada por facção baiana na fronteira é apreendida na BR-163
Polícia descobriu que carreta foi transferida para nome de um laranja - Defron/Divulgação

Após a apreensão de 7 toneladas de maconha em Ponta Porã, em março, cidade que faz fronteira com Pedro Juan Caballero, uma força tarefa da (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira), e SIG (Setor de Investigação Geral) conseguiram recuperar uma carreta utilizada por uma facção criminosa da Bahia.

Segundo o delegado Rodolfo Daltro, a operação que também contou com o apoio da Delegacia de Polícia Civil em Rio Brilhante, aprendeu o veículo avaliado em R$ 250 mil e que recentemente, após a prisão dos líderes da organização baiana, foi transferida para o nome de um laranja.

Durante a abordagem, o condutor da carreta, que é residente em São Paulo foi preso e segundo o delegado da Defron, ele já possui condenação por ter sido flagrado transportando quatro toneladas de maconha.

O condutor alegou que havia sido contratado para buscar uma carga de reciclados em Campo Grande, que teria como destino a cidade de São Paulo.  “A carreta em questão era utilizada para transportas grandes quantidades de entorpecentes de Ponta Porã para vários Estados do país, principalmente a Bahia”, explicou o delegado.

A carreta foi apreendida em um Inquérito instaurado pela Defron que apura a prática de lavagem de dinheiro, crime praticado pelos integrantes da organização criminosa da Bahia, que era comanda por uma mulher, que também está presa.

Veja também

Um homem foi preso por furtar fios de uma residência que funciona como depósito por...

Últimas notícias