Uma equipe da Polícia Rodoviária Estadual foi ao local, porém ninguém foi encontrado nas proximidades do veículo, publicou o site Perfil News.Horas depois, o autor foi localizado pela Polícia Militar, sentado em um banco da praça da cidade.

Com ferimentos, inclusive com um corte contuso na testa, o autor confessou que era um arrastador, e recebeu R$ 1 mil para levar o carro da cidade de Ribeirão Preto (SP), até o Paraguai. 

 

Saiba Mais