Polícia

Após denúncias, fazendeiro de MS é multado em R$ 7 mil por desmatamento

Também pode haver exigência de reparação de dano

Renata Portela Publicado em 27/04/2021, às 14h10

Fazendeiro desmatou 7 hectares ilegalmente
Fazendeiro desmatou 7 hectares ilegalmente - (Divulgação, PMA)

Na última semana, fazendeiro de Miranda, cidade a 203 quilômetros de Campo Grande, foi autuado e multado por desmatamento ilegal. Foram identificados 7 hectares desmatados sem a devida licença ambiental.

De acordo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), inicialmente ocorreram denúncias sobre possível trabalho análogo à escravidão na fazenda, além do desmatamento. Equipe foi ao local e não identificou, naquele momento, o trabalho escravo, mas apurou que havia uma área desmatada ilegalmente.

Conforme identificado pelos policiais, foram 7 hectares desmatados sem a devida licença ambiental. Pelo crime, o fazendeiro foi multado em R$ 7 mil e o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) ainda pode propor um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) para reparação do dano.

O Midiamax apurou que o fazendeiro em questão seria um ex-prefeito de Miranda. Apesar da não identificação do trabalho escravo naquela situação, o caso já teria sido denunciado por testemunhas ao MPT (Ministério Público do Trabalho), que apura os fatos.

Jornal Midiamax