Polícia

Acusado de matar homem com tiro na cabeça após briga de crianças presta depoimento

Ele e a esposa foram interrogados

Renata Portela e Danielle Errobidarte Publicado em 30/07/2021, às 18h19

Local onde a vítima foi assassinada
Local onde a vítima foi assassinada - (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Foi ouvido na quinta-feira (29) o homem acusado de atirar e matar Atílio Luís Colman, de 33 anos, no domingo (25). O crime aconteceu no Loteamento Cristo Redentor, após os filhos do autor e da vítima se envolverem em uma briga e a esposa do acusado também prestou depoimento.

O caso é investigado pela 4ª Delegacia de Polícia Civil e, conforme o delegado João Reis Belo, titular da unidade, o casal se apresentou acompanhado de advogado. Como já havia passado o tempo do flagrante, o homem foi ouvido e liberado, se responsabilizando a comparecer a todos os atos do procedimento.

Segundo o delegado, o casal confirmou que o homicídio aconteceu em decorrência da briga entre as crianças. A mulher contou que os filhos dela e de Atílio brigaram, depois ela acabou discutindo com a esposa da vítima. Neste momento, ela foi chamar o marido, que dormia após ter ingerido 12 latas de cerveja.

Embriagado, o homem levantou, pegou a arma e foi até Atílio, atirando contra a vítima que chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Segundo relatado pela esposa de Atílio ao Midiamax, a mulher do autor o instigava a atirar. No entanto, ela não deve responder criminalmente, apenas o marido, que responderá pelo homicídio.

Testemunhas ainda serão ouvidas sobre o caso, que segue em investigação.

Jornal Midiamax