Polícia

VÍDEO: membro de facção oferece armamento de guerra na fronteira com MS

Um vídeo que circula em grupos de WhatsApp mostra um suposto membro de uma facção criminosa oferecendo um verdadeiro arsenal de guerra para outras facções de estados brasileiros. Ele se diz membro da facção em Capitan Bado, na fronteira com Coronel Sapucaia, a 380 quilômetros de Campo Grande. No vídeo de 20 segundos, o membro […]

Thatiana Melo Publicado em 14/02/2020, às 08h43 - Atualizado às 13h40

Não se sabe se membro a facção foi identificado e preso
Não se sabe se membro a facção foi identificado e preso - Não se sabe se membro a facção foi identificado e preso

Um vídeo que circula em grupos de WhatsApp mostra um suposto membro de uma facção criminosa oferecendo um verdadeiro arsenal de guerra para outras facções de estados brasileiros. Ele se diz membro da facção em Capitan Bado, na fronteira com Coronel Sapucaia, a 380 quilômetros de Campo Grande.

No vídeo de 20 segundos, o membro da facção se identifica como irmão Luan de Capitan Bado, ele fala em código 3 usado pela facção que ele faria parte. Luan oferece ‘ferramentas’, que seriam os vários fuzis que aparecem nas imagens para outras facções de estados brasileiros.

“Pra quem está em guerra está é a hora de comprar a sua ferramenta”, fala o faccionado. Informações da polícia são de que este vídeo circulou em grupos há seis meses na fronteira, e com o assassinato do jornalista Leo Veras, na quarta-feira (12) o vídeo passou a movimentar novamente grupos e redes sociais. Não há informações se o membro da facção que oferece as armas para a venda foi identificado e preso.

Jornal Midiamax