Polícia

VÍDEO: em 5 horas, bombeiros concluem 11 km de buscas por menino desaparecido no Rio Anhanduí

Desde às 6 horas deste sábado (5), equipes do Corpo de Bombeiros usam caiaques para fazerem buscas pelo menino de 8 anos que desapareceu no córrego do Jardim Ouro Preto, que desagua no Rio Anhanduí. Até às 11 horas eles tinham percorrido 11 quilômetros, mas ainda não conseguiram localizar a criança. Dois bombeiros militares descem […]

Renata Portela Publicado em 05/12/2020, às 11h16 - Atualizado às 20h36

(Foto: Marcos Ermínio, Midiamax)
(Foto: Marcos Ermínio, Midiamax) - (Foto: Marcos Ermínio, Midiamax)

Desde às 6 horas deste sábado (5), equipes do Corpo de Bombeiros usam caiaques para fazerem buscas pelo menino de 8 anos que desapareceu no córrego do Jardim Ouro Preto, que desagua no Rio Anhanduí. Até às 11 horas eles tinham percorrido 11 quilômetros, mas ainda não conseguiram localizar a criança.

VÍDEO: em 5 horas, bombeiros concluem 11 km de buscas por menino desaparecido no Rio Anhanduí
Bombeiros devem descer novamente o rio (Foto: Marcos Ermínio, Midiamax)

Dois bombeiros militares descem o rio de caiaque enquanto equipe de apoio aguarda em terra. Caso haja necessidade, mergulhadores também podem atuar neste caso. Após descerem os 11 quilômetros, os bombeiros devem retornar ao ponto inicial com auxílio de outra equipe, que os encontra por terra após descer a BR-060.

Segundo bombeiros, a busca é difícil por conta das condições climáticas, que fizeram com que o nível do rio subisse, além de deixar a água turva.

Confira o vídeo

Desaparecimento

Na sexta-feira (4), a família foi até a casa do tio, na região do Parque do Lageado, para uma visita. Segundo vizinha, era a primeira vez que o caçula, de 8 anos, ia ao local. Com os irmãos de 12, 13 e 15 anos, ele desceu até o córrego para pescar, quando aconteceu a chegada de uma ‘cabeça d’água’.

O fenômeno ocorre quando há chuvas no curso do rio, na região do córrego, que provocam o aumento rápido e repentino do nível da água. Pouco antes das 18 horas de sexta-feira, os bombeiros foram chamados por conta do desaparecimento de pessoas no córrego.

VÍDEO: em 5 horas, bombeiros concluem 11 km de buscas por menino desaparecido no Rio Anhanduí
Adolescente conseguiu se salvar com ajuda de um galho (Foto: Leonardo de França)

Os dois meninos de 12 e 13 anos conseguiram sair e pediram ajuda ao tio, que foi até o rio. Desesperado, ele entrou nas águas em busca das crianças. No entanto, testemunhas informaram para os bombeiros que viram o tio e um dos sobrinhos saindo do córrego pela margem.

A princípio a informação era de que o homem, de 36 anos, e os sobrinhos de 8 e 15 anos foram arrastados para dentro do córrego e desapareceram. Horas depois, o tio e o sobrinho mais velho foram encontrados na Avenida Gunter Hans. Já o menino de 8 anos segue desaparecido.

Jornal Midiamax