Cotidiano

Tio e sobrinho desaparecidos em córrego são encontrados caminhando na Gunter Hans

Tio e um dos sobrinhos que desaparecida na tarde desta sexta-feira (4), no córrego no Jardim Ouro Preto, em Campo Grande foram achados no início da noite. Os dois estavam caminhando pela Avenida Gunter Hans quando foram localizados pelo Corpo de Bombeiros. A outra vítima, de 8 anos, ainda não foi encontrada. O homem, de […]

Bruna Vasconcelos Publicado em 04/12/2020, às 20h20 - Atualizado em 05/12/2020, às 08h30

CLima foi de comoção (Foto: Leonardo de França, Midiamax)
CLima foi de comoção (Foto: Leonardo de França, Midiamax) - CLima foi de comoção (Foto: Leonardo de França, Midiamax)

Tio e um dos sobrinhos que desaparecida na tarde desta sexta-feira (4), no córrego no Jardim Ouro Preto, em Campo Grande foram achados no início da noite. Os dois estavam caminhando pela Avenida Gunter Hans quando foram localizados pelo Corpo de Bombeiros. A outra vítima, de 8 anos, ainda não foi encontrada.

O homem, de 36 anos, havia sumido após entrar nas águas à procura dos sobrinhos, de 8 e 15 anos, que foram arrastados por uma “cabeça d’água” enquanto pescavam no local. Testemunhas haviam contado aos militares, durante buscas superficiais no rio, que viram 2 pessoas saindo pelas margens.

Quatro crianças estavam pescando no local quando forram arrastados por uma “cabeça d’água”, mas 2 conseguiram voltar. O tio de 2 crianças entrou nas águas para tentar um resgate e também acabou desaparecendo.  Por conta da baixa visibilidade ao anoitecer, os militares realizaram buscas superficiais nas margens do rio.

O tenente Alex Fernandes explicou que recebeu um chamado, por volta das 17h48, informando que havia pessoas desaparecidas no córrego. De acordo com o militar, 4 crianças estavam pescando na beira do local quando uma “cabeça d’água” atingiu os garotos de 8, 12, 13 e 15 anos. Dois deles conseguiram voltar para a superfície e pediram ajuda. Desesperado, o tio deles desceu a margem e entrou nas águas em busca das crianças. No entanto, testemunhas informaram para os bombeiros que viram o tio e um dos sobrinhos saindo do córrego pela margem.

Ainda conforme informações, o homem, de 36 anos, e os sobrinhos de 8 e 15 anos foram arrastados para dentro do córrego e desapareceram. Protocolos dos Bombeiros não permite mergulhadores durante a noite por causa da baixa visibilidade.  As buscas de mergulho devem iniciar assim que amanhecer, neste sábado (5).

Jornal Midiamax