Polícia

VÍDEO: Antes de assaltar loja na 14 de Julho, bandidos teriam feito limpa em comércio de baterias

Bandidos que furtaram loja de games na Rua 14 de Julho, em Campo Grande, teriam cometido outro assalto horas antes em um comércio de baterias automotivas que fica na Avenida Salgado Filho. Um vídeo que circula por grupos de WhatsApp mostra a ação dos bandidos e tanto o veículo usado, como as características dos autores […]

Mariana Rodrigues Publicado em 04/01/2020, às 15h30 - Atualizado às 15h33

Veículo usado no assalto teria registro de roubo/furto. (Foto: Divulgação)
Veículo usado no assalto teria registro de roubo/furto. (Foto: Divulgação) - Veículo usado no assalto teria registro de roubo/furto. (Foto: Divulgação)

Bandidos que furtaram loja de games na Rua 14 de Julho, em Campo Grande, teriam cometido outro assalto horas antes em um comércio de baterias automotivas que fica na Avenida Salgado Filho. Um vídeo que circula por grupos de WhatsApp mostra a ação dos bandidos e tanto o veículo usado, como as características dos autores são semelhantes ao vídeo de imagens das câmeras de segurança da loja da região central.

O furto na loja de baterias ocorreu por volta das 1h da madruga desse sábado (4), pelo vídeo é possível ver que os autores chegam em um caminhão, com os faróis apagados, e estacionam em frente à loja de baterias. Eles descem do veículo e ficam um certo tempo parados em frente à loja até a movimentação de carros que passam na rua diminuir.

Nesse momento eles entram de ré arrombando o portão da loja, enquanto um fica no volante os outros entram no local e furtam vários objetos. Valores e o que levado até o momento não foi divulgado.

Em certo momento, um dos autores atravessa a rua, como quem estivesse cuidando o local. Depois de colocar vários objetos do comércio no caminhão, três deles sobem na carroceria e vão embora.

Conforme informações de testemunhas, os bandidos chegaram a parar em uma esquina próxima ao local do furto, um guarda passava pelo local e mandou que eles fossem embora, como todos estavam, fora da camionete, falaram para o guarda que não sabiam de quem era.

Ele anatou a placa e em consulta constataram que o veículo, uma D20, tem registro roubo/furto.

Jornal Midiamax