Polícia

Servidor público e agricultor são presos com R$ 20 mil em agrotóxicos desviados

Dois homens foram presos pela Polícia Civil nesta quinta-feira (16), em Brasilândia, a 382 quilômetros de Campo Grande, após serem flagrados com aproximadamente R$ 20 mil em agrotóxicos desviados de empresas que atuam no manejo florestal de eucalipto em Mato Grosso do Sul.  Ambos respondem, inicialmente, por crime ambiental, já que manuseavam o produto de […]

Renan Nucci Publicado em 16/07/2020, às 18h22 - Atualizado às 18h24

Agrotóxicos foram apreendidos pela Polícia Civil. Foto: Divulgação
Agrotóxicos foram apreendidos pela Polícia Civil. Foto: Divulgação - Agrotóxicos foram apreendidos pela Polícia Civil. Foto: Divulgação

Dois homens foram presos pela Polícia Civil nesta quinta-feira (16), em Brasilândia, a 382 quilômetros de Campo Grande, após serem flagrados com aproximadamente R$ 20 mil em agrotóxicos desviados de empresas que atuam no manejo florestal de eucalipto em Mato Grosso do Sul. 

Ambos respondem, inicialmente, por crime ambiental, já que manuseavam o produto de forma irregular. O caso foi descoberto quando o delegado da cidade desconfiou da atitude deles e observou um deles, que é servidor público municipal, repassando herbicidas de um veículo Gol para uma caminhonete pertencente ao outro envolvido, um agricultor morador em Naviraí.

Toda ação ocorria na frente da casa do servidor, que já havia sido preso em flagrante outras vezes por receptação de insumos agrícolas. Por este motivo, o delegado acionou a equipe policial. Ao serem abordados, eles não ofereceram resistência. Ao averiguar a origem, a polícia constatou se tratar de produto desviado. Os homens pagaram fiança de R$ 10 mil e respondem em liberdade.

Jornal Midiamax