Polícia

Homem é preso com revólver durante investigação de homicídios em Campo Grande

Na manhã desta quinta-feira (14), homem de 37 anos foi preso em flagrante no Parque do Lageado durante cumprimento de mandado de busca e apreensão. Ele estava com um revólver guardado na gaveta do armário e a arma teria sido utilizada em homicídio ocorrido na região sul de Campo Grande. A princípio, conforme apurado pelo […]

Renata Portela Publicado em 14/05/2020, às 11h59

O revólver foi apreendido e será periciado (Foto: Divulgação)
O revólver foi apreendido e será periciado (Foto: Divulgação) - O revólver foi apreendido e será periciado (Foto: Divulgação)

Na manhã desta quinta-feira (14), homem de 37 anos foi preso em flagrante no Parque do Lageado durante cumprimento de mandado de busca e apreensão. Ele estava com um revólver guardado na gaveta do armário e a arma teria sido utilizada em homicídio ocorrido na região sul de Campo Grande.

A princípio, conforme apurado pelo Jornal Midiamax, a investigação de três homicídios na região do Vespasiano Martins e Los Angeles aponta que o revólver apreendido seria a arma usada em pelo menos um dos crimes. O envolvimento do homem de 37 anos ainda não foi confirmado e a arma será periciada.

Com o mandado de busca e apreensão, equipe da 5ª Delegacia de Polícia Civil foi até a casa do suspeito, onde o revólver Taurus calibre 32 foi encontrado guardado em um armário, no quarto do suspeito. A arma estava municiada, com seis munições. O homem confirmou que era dono do revólver.

Na casa dele ainda foram apreendidos R$ 5.950 e sete celulares. Em depoimento, ele contou que comprou a arma há aproximadamente um mês por R$ 1,8 mil para segurança pessoal e da família, mas disse não ter sofrido ameaças recentes. Ele ainda contou que o dinheiro era proveniente de economias e também da venda de uma motocicleta de origem paraguaia.

O suspeito foi preso em flagrante pela posse irregular de arma de fogo de uso permitido e os homicídios seguem em investigação.

Guerra de gangues e homicídios

Nos últimos meses, o Midiamax noticiou uma possível retomada de guerra entre gangues na região sul de Campo Grande. As últimas vítimas de homicídio na região foram dois rapazes, Matheus Djouseff Carola Reis, de 23 anos, e Samuel Francisco Souza Gonçalves, de 22 anos. Os dois foram mortos a tiros em 17 de abril no Vespasiano Martins, a princípio em uma disputa por tráfico de drogas.

Outros crimes semelhantes foram registrados em março, com a morte de Higor dos Santos da Silva Victor, de 20 anos, e uma tentativa de homicídio na região do Parque do Sol, ocasião em que suspeitos em um carro escuro passaram atirando.

Jornal Midiamax