Polícia

Bombeiros retomam buscas por menino de 8 anos que desapareceu em córrego

No início da manhã deste sábado (5), por volta das 6 horas, equipe do Corpo de Bombeiros retomou as buscas pelo menino de 8 anos, que desapareceu no córrego do Jardim Ouro Preto, que cai no rio Anhanduí. Os militares vão descer de caiaque, nas buscas pela criança. A princípio, dois militares devem descer o […]

Renata Portela Publicado em 05/12/2020, às 06h21 - Atualizado às 09h51

Bombeiros utilizam caiaque nas buscas (Foto: Marcos Ermínio)
Bombeiros utilizam caiaque nas buscas (Foto: Marcos Ermínio) - Bombeiros utilizam caiaque nas buscas (Foto: Marcos Ermínio)

No início da manhã deste sábado (5), por volta das 6 horas, equipe do Corpo de Bombeiros retomou as buscas pelo menino de 8 anos, que desapareceu no córrego do Jardim Ouro Preto, que cai no rio Anhanduí. Os militares vão descer de caiaque, nas buscas pela criança.

A princípio, dois militares devem descer o córrego de caiaque, para fazer um mapeamento. Só depois, em caso de necessidade, são acionados os mergulhadores. As buscas começam atrás da casa da família.

Segundo apurado pelo Midiamax, mesmo após os bombeiros encerrarem as buscas no período noturno de sexta-feira, familiares da criança seguiram em procura. Até o momento, não há sinal do menino e por conta da chuva durante a noite, há maior dificuldade, já que o rio está cheio e a água turva.

Desaparecimento

Pouco antes das 18 horas, os bombeiros foram chamados por conta do desaparecimento de pessoas no córrego. A princípio quatro crianças pescavam no local quando uma ‘cabeça d’água’, que se formou por causa das chuvas, atingiu os garotos de 8, 12, 13 e 15 anos. Dois deles conseguiram voltar para a superfície e pediram ajuda.

Bombeiros retomam buscas por menino de 8 anos que desapareceu em córrego
Tio e sobrinho mais velho foram encontrados (Foto: Leonardo França)

Desesperado, o tio deles entrou nas águas em busca das crianças. No entanto, testemunhas informaram para os bombeiros que viram o tio e um dos sobrinhos saindo do córrego pela margem.

A princípio a informação era de que o homem, de 36 anos, e os sobrinhos de 8 e 15 anos foram arrastados para dentro do córrego e desapareceram. Horas depois, o tio e o sobrinho mais velho foram encontrados na Avenida Gunter Hans. Já o menino de 8 anos segue desaparecido.

Jornal Midiamax