Polícia

Suspeito de matar irmão por cigarro é preso perto de delegacia e confessa crime

Jackson Lima da Silva, de 22 anos, foi preso por volta das 11 horas desta quarta-feira (25), em Rio Brilhante, a 158 quilômetros de Campo Grande, suspeito de matar o irmão, Jéferson Lima da Silva, com uma facada na perna. O crime foi cometido algumas horas antes, no bairro Benedito Rondon, e o suposto autor […]

Renan Nucci Publicado em 25/12/2019, às 15h50 - Atualizado em 26/12/2019, às 08h31

Faca usada no crime foi apreendida pela PM. Foto: Rio Brilhante em Tempo Real
Faca usada no crime foi apreendida pela PM. Foto: Rio Brilhante em Tempo Real - Faca usada no crime foi apreendida pela PM. Foto: Rio Brilhante em Tempo Real

Jackson Lima da Silva, de 22 anos, foi preso por volta das 11 horas desta quarta-feira (25), em Rio Brilhante, a 158 quilômetros de Campo Grande, suspeito de matar o irmão, Jéferson Lima da Silva, com uma facada na perna. O crime foi cometido algumas horas antes, no bairro Benedito Rondon, e o suposto autor foi localizado pela Polícia Militar, perto da Delegacia de Polícia Civil.

De acordo com o site Rio Brilhante em Tempo Real, os policiais faziam rondas quando abordaram o suspeito que disse que iria se entregar. Ele confessou o crime e disse que a discussão foi motivada por causa de cigarro. Ele levou os policiais ao local onde jogou a faca usada no homicídio.

O rapaz teria relatado que, durante a confraternização, pediu um cigarro para o irmão que negou ter. Por este motivo, Jackson foi até sua residência nas proximidades, pegou uma faca e golpeou Jéferson, que foi atingido na artéria femoral e tentou correr, mas não resistiu e morreu na rua.

Jornal Midiamax