Polícia

Morador de rua morre na Santa Casa após ser espancado e ficar 12 dias internado

Um homem identificado como Noel da Silva, morreu na manhã deste domingo (29), após ficar internado por 12 dias na Santa Casa. Ele havia sido espancado na Moreninhas II, em Campo Grande, porém não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo no hospital. Conforme informações do boletim de ocorrência, após a agressão sofrida no dia 17 […]

Mariana Rodrigues Publicado em 29/09/2019, às 11h57 - Atualizado em 30/09/2019, às 08h15

Caso foi registrado na Depac Centro (Arquivo, Midiamax)
Caso foi registrado na Depac Centro (Arquivo, Midiamax) - Caso foi registrado na Depac Centro (Arquivo, Midiamax)

Um homem identificado como Noel da Silva, morreu na manhã deste domingo (29), após ficar internado por 12 dias na Santa Casa. Ele havia sido espancado na Moreninhas II, em Campo Grande, porém não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo no hospital.

Conforme informações do boletim de ocorrência, após a agressão sofrida no dia 17 deste mês, a vítima foi encaminhada para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) das Moreninhas, onde foi informado que o mesmo era morador de rua e teria sofrido agressões físicas.

Noel apresentava trauma abdominal o qual resultou em ruptura de duodeno. Devido a sua gravidade, ele foi transferido para a Santa Casa, não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 7h deste domingo.

Conforme informações do delegado plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), Antônio Ribas Junior, o GOI (Grupo de Operações e Investigações) já foi acionado para verificar os fatos. O caso foi registrado como homicídio simples.

Jornal Midiamax