Polícia

Diarista é suspeita de furtar R$ 5 mil em joias de casa em condomínio de luxo

Diarista que não teve a identidade divulgada foi denunciada à Polícia Civil pelo furto de R$ 5 mil em joias da residência onde prestava serviços, localizada em condomínio de luxo de Campo Grande, na saída para Três Lagoas. O GOI (Grupo de Operações e Investigações) conseguiu recuperar os pertences com revendedor de ouro no centro […]

Renan Nucci Publicado em 21/08/2019, às 18h38 - Atualizado às 19h03

Registro de boletim de ocorrência foi feito na Depac Centro, em Campo Grande. (Arquivo, Midiamax)
Registro de boletim de ocorrência foi feito na Depac Centro, em Campo Grande. (Arquivo, Midiamax) - Registro de boletim de ocorrência foi feito na Depac Centro, em Campo Grande. (Arquivo, Midiamax)

Diarista que não teve a identidade divulgada foi denunciada à Polícia Civil pelo furto de R$ 5 mil em joias da residência onde prestava serviços, localizada em condomínio de luxo de Campo Grande, na saída para Três Lagoas. O GOI (Grupo de Operações e Investigações) conseguiu recuperar os pertences com revendedor de ouro no centro da cidade.

Segundo boletim de ocorrência, as vítimas, um homem de 66 anos e a esposa de 62 anos, relataram que a diarista trabalhava há cerca de 15 dias na residência. Na terça-feira (20), a suspeita foi vista no quarto das vítimas, de onde subtraiu as jóias, dentre as quais brincos e uma medalha do Divino Espírito Santo. Nesta quarta-feira (21), os moradores se deram conta do furto.

Ao verificar as imagens das câmeras de segurança, o casal constatou a autoria e questionou a diarista que, por sua vez, confessou o crime. Eles foram para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, onde a suspeita também admitiu responsabilidade à autoridade policial e disse que vendeu as joias em uma loja que comprava ouro, no centro da Capital.

Depois de prestar esclarecimento, a diarista foi liberada e os patrões entregaram um pendrive com as imagens das câmeras de segurança. O GOI passou a fazer buscas e conseguiu localizar o estabelecimento que havia comprado os objetos, fazendo a recuperação e a devolução.

Jornal Midiamax