Polícia

Justiça decreta prisão preventiva de pai que ameaçou e pisou na cabeça da filha de 13 anos

O motorista autônomo de 35 anos acusado de espancar e ameaçar a filha de 13 anos, teve a prisão em flagrante convertida para preventiva após passar por audiência de custódia nesta segunda-feira (29). Ele confessou que espancou a filha porque ela estava com notas baixas e tinha se negado a entregar o aparelho celular. Além […]

Mariana Rodrigues Publicado em 29/10/2018, às 11h29

Foto: Ilustrativa
Foto: Ilustrativa - Foto: Ilustrativa

O motorista autônomo de 35 anos acusado de espancar e ameaçar a filha de 13 anos, teve a prisão em flagrante convertida para preventiva após passar por audiência de custódia nesta segunda-feira (29).

Ele confessou que espancou a filha porque ela estava com notas baixas e tinha se negado a entregar o aparelho celular. Além de puxar os cabelos da adolescente, o pai ainda pisou em sua cabeça. Ela ficou com várias lesões pelo corpo.

Após as agressões ele disse que a mataria caso ela o denunciasse e ele ficasse preso. A menina contou na delegacia que sofre agressões por parte do pai desde os cinco anos de idade.

Informações da ocorrência são de que a menina estava na casa da bisavó, quando o pai chegou por volta das 11 horas da manhã de sexta (26) pedindo para ver o celular dela.

Com medo, a menina não entregou o telefone para o pai, que estava descontrolado. Com a negativa da garota, o homem passou a espancá-la com um cinto deixando marcas nas costas, braços, pernas e orelhas.

Em seguida ele teria ido embora, mas no fim da tarde do mesmo dia, por volta das 17 horas, o autor retornou e passou a agredir a filha novamente e dessa vez ainda pisou na cabeça da menina, que foi ameaçada de morte caso contasse a alguém o fato. Ele será encaminhado para uma unidade prisional que será definida de acordo com regulagens de vagas da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário).

Jornal Midiamax