Estava foragido do semiaberto

Após várias denúncias de que uma residência no Bairro Danúbio Azul, em , estava sendo usada para a comercialização de drogas foram presos nesta quarta-feira (23) por equipes da (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) Charles Franco de 25 anos, e Ygor Lopes de 24 anos.

Delegado Rodrigo Yassaka disse que após um levantamento de várias denúncias feitas pelo telefone 180, sobre a comercialização de drogas na residência policiais montaram campana na rua do imóvel flagrando quando um ‘cliente' saia da casa.

Ao abordarem o rapaz, ele confessou ter comprado a pasta base de cocaína na residência com Charles e que já teria ‘cliente' assíduo fazendo a compra outras dez vezes. Os policiais voltaram para a frente da residência e encontraram Charles no portão com paradinhas de pasta base – ele estava acompanhado de um amigo que disse ter conhecimento do comércio, mas nenhum envolvimento.

Na residência, os policiais encontraram em um quarto Ygor que afirmou ser apenas usuário, e que Charles o teria convidado para fazer a comercialização da droga. Ele teria alugado um quarto, que possivelmente seria pago com porções de droga.Após ser preso, rapaz diz que estava desempregado e por isso vendia drogas

Na delegacia, Charles Franco disse ao Jornal Midiamax que estava desempregado, e por isso, resolveu vender drogas. Ele afirmou ter comprado as paradinhas na última sexta-feira (18), para revendê-las. Cada porção era vendida por ele pelo valor de R$ 10.

Foram encontrados na casa e com Charles o total de 14 paradinhas de pasta base de cocaína. Charles franco estava foragido do regime semiaberto, onde cumpria pena por furto, e já teria passagens por roubo. Já Ygor não tinha passagens pela polícia e contou que trabalhava como pintor com seu padrasto.

(Foto: Cleber Gellio)