Polícia

Mãe ameaça ‘mandar um pessoal do PCC’ para madrasta por causa de criança

Filho não queria falar ao telefone com a mãe

Renata Portela Publicado em 29/01/2016, às 10h54

None
depac_piratininga-gw_1.jpg

Filho não queria falar ao telefone com a mãe

Na noite de quinta-feira (28), mulher de 35 anos foi vítima de ameaça por uma jovem, de 26 anos. A suspeita teria ameaçado a vítima, moradora do Jardim Los Angeles, que tem a guarda de um dos filhos da autora, após a criança se recusar a falar com a mãe ao telefone.

De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher de 35 anos foi até a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, relatar o caso de ameaça. Segundo ela, a suspeita ligou no celular, para falar com o filho de 10 anos, que está sob a guarda da vítima. A mulher afirma que, durante a conversa, a mãe teria começado a gritar com a criança ao telefone, então o garoto disse que não queria mais conversar com a mulher.

Segundo a vítima, ela pegou o telefone e avisou a mãe que o menino não queria mais conversar, momento em que a mulher teria dito “Vou mandar um pessoal do PCC para dar um jeito nessa vidinha boa”. Além disso, a suspeita teria ofendido a vítima a chamando de “vagabunda” e “otária”.

O caso foi registrado como ameaça.

Jornal Midiamax