Polícia

‘Cheia de Manias’: mulher esfaqueia marido que proibiu de ouvir Raça Negra

Vítima foi levada em estado grave para o hospital

Thatiana Melo Publicado em 10/08/2016, às 12h05

None
violencia-contra-o-marido.jpg

Vítima foi levada em estado grave para o hospital

Um homem, de 35 anos foi esfaqueado pela mulher, de 31 anos depois de ser proibida de ouvir Raça Negra, um grupo de pagode, na cidade de Sonora distante 351 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com informações do boletim de ocorrência registrado na delegacia de polícia civil da cidade na noite desta terça-feira (9), policiais foram acionados por causa de uma briga de casal. Ao chegar ao local, avistaram o homem caído no chão com ferimentos graves de arma branca.

Segundo informações de testemunhas, o casal teria ingerido bebidas alcoólicas o dia todo e quando o homem proibiu a mulher de ouvir Raça Negra, ela teria de posse de uma faca desferido vários golpes contra ele, além de posse de um cabo de vassoura atingir suas costa e cabeça, causando lesão grave.

O socorro foi acionado e a vítima levada com ferimentos graves para o hospital da cidade. O caso foi registrado como homicídio simples na forma tentada.

Jornal Midiamax