A união aconteceu dia 28 de novembro de 2014

O casal Kelly Silguero Peralta, de 30 anos, e Rafael Alves Borges, de 29, executados no início da manhã desta quarta-feira (11) com mais de 45 tiros em Ponta Porã, a 313 quilômetros de Campo Grande estavam casados a um ano e meio. Depois de um noivado de pouco mais de um ano a união aconteceu dia 28 de novembro de 2014.

Segundo apurado pelo Jornal Midiamax Kelly se formou em Nutrição da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e Rafael passou no concurso para o cargo de analista para Receita Federal em 2009. Atualmente ele exercia a função de chefe da seção de Tecnologia da Informação da inspetoria da Receita Federal do Brasil, na unidade de , onde o casal morava atualmente.

De acordo com amigos Kelly era evangélica e a notícia de sua morte fez causou comoção em um pastor da instituição de ensino das doutrinas bíblicas Rhema Brasil, local onde a nutricionista frequentava. No Facebook ele lamenta sua morte do casal e diz estar orando pela família dos dois e que todos sejam consolados.

“Lamentamos a morte do casal Kelly e Rafael… Oramos para que o Espírito Santo esteja consolando toda a família e amigos. Era um casal muito querido, que por onde passavam deixavam o bom perfume de Cristo. O nosso consolo é saber que eles estão com o Senhor, o que segundo o apóstolo Paulo, é incomparavelmente melhor!”, diz a publicação.

O crime

Diferente do que informado anteriormente os casal foi abordado por uma dupla em uma única motocicleta. O casal foi executado no início da tarde desta quarta-feira (11) com mais de 45 tiros em Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai. As vítimas, identificadas como Kelly Silguero Peralta, de 30 anos, e Rafael Alves Borgues, de 29, estavam em um veículo Hyundai I30 quando foram surpreendidos e mortos por quatro suspeitos, em motos estrangeiras.

De acordo com o site Porã News, o crime aconteceu por volta das 12h20. O casal transitava no veículo placa, NRN-2559 de Campo Grande, por uma rua do Bairro Ignes Andreazza quando foi abordado pelos autores. Segundo testemunhas, os quatro suspeitos estavam em duas motos de origem estrangeira e assim que alcançaram o carro efetuaram os disparos.

Foram aproximadamente 45 tiros de pistola 9 mm disparados contra o casal, que morreu na hora. A Polícia Militar foi acionada e isolou a área até a chegada da perícia e da Polícia Civil, que agora investiga o caso.