Polícia

VÍDEO: leitora registrou acidente de jovem que teve a perna esmagada

Imagem foi compartilhada na rede social

Midiamax Publicado em 11/08/2015, às 19h40

None
cabeleireira.jpg

Imagem foi compartilhada na rede social

Aline Nogueira, uma leitora do Jornal Midiamax, fez imagens do acidente em que uma pedestre perdeu a perna ao ser atropelada na Avenida Duque de Caxias, na região oeste de Campo Grande. O fato ocorreu no início da noite de sábado (8), e as imagens ainda chocam quem conhece a localidade.

A leitora passava por lá por volta das 21 horas quando percebeu a movimentação do socorro. Ela gravou um vídeo, onde mostra o muro do 18º B Log (Batalhão Logístico) destruído com a batida, além do carro que está com uma parte na calçada e outra na faixa restrita apenas para ônibus, táxi e veículos de emergência.

Além disso, é possível ver alguns curiosos. No fim de semana, a região fica tomada por famílias, ciclistas, pessoas que fazem caminhada ou corrida, ou que simplesmente resolvem passear.

Por conta disso, a violência da batida causou estranheza, em uma área que tem diversas placas alertando sobre a velocidade, além de alguns radares. A imagem foi colocada no perfil da leitora em uma rede sociai.

Atropelamento

O fato teria ocorrido por volta das 19h30, quando Joseane Aparecida da Silva, de 31 anos, seguia a pé para a casa. Neste momento, Paulo Henrique Mendes da Silva, de 23 anos, condutor do Vectra, branco, placas HRL-9268, de Campo Grande (MS), seguia pela via, quando perdeu o controle do veículo.

Ele atropelou a pedestre e a arremessou para dentro do quartel. Com o impacto, o carro destruiu o muro da área militar e ficou atravessado sobre a calçada e via pública.

Conforme o levantamento feito pela polícia, Paulo Henrique estava embriagado e perdeu o controle da direção. Ele atropelou Joseane e ainda prensou a vítima contra o muro da Área Militar.

Joseane teve a perna esmagada, foi encaminhada para a Santa Casa, onde passou por cirurgia e teve a perna esquerda amputada. Ainda não há previsão de alta médica. A pedestre segue se recuperando e o estado de saúde é estável.

Paulo Henrique foi preso em flagrante por crime de trânsito. Após dois dias conseguiu a liberdade provisória por ter pago uma fiança de R$ 3 mil. Ele responde em liberdade.

Jornal Midiamax