Polícia

VÍDEO: hóspede apontado por homicídio é detido por militares

As imagens foram cedidas para o Jornal Midiamax

Midiamax Publicado em 19/04/2015, às 13h15

None
rafael_preso.png

As imagens foram cedidas para o Jornal Midiamax

Por meio do WhatsApp, um leitor do Jornal Midiamax gravou o momento em que lutador de jiu jitsu Rafael Martinelli Queiroz, de 27 anos, se entregou à polícia após ter matado Paulo Cezar de Oliveira, de 49 anos, um hóspede do Hotel Vale Verde, onde ele também estava hospedado com a namorada. As imagens foram gravadas em frente ao estabelecimento na noite de sábado (18), na Avenida Afonso Pena, em Campo Grande.

Por causa de uma briga com a namorada de 24 anos, que teve o nome preservado, Rafael perdeu o controle ao saber que o filho que ela esperava não é dele. Ainda no quarto em que estavam, o lutador bateu na companheira, que conseguiu escapar e se proteger na recepção.

Com isso, ele começou uma ‘caça’pelo local atrás da gestante. Batendo em porta em porta, Rafael invadiu o quarto de Paulo e começou a agressão. A vítima que não conhecia o casal e também não sabia por qual motivo estava apanhando, acabou morrendo por conta das lesões.

O lutador ainda continuou agressivo e resistiu à prisão. Foi chamado o reforço e Rafael resolveu se entregar. Ele foi algemado e levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitária) do Centro, homicídio doloso, com intenção de morte, qualificado por motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima, além de depredação do estabelecimento, violência doméstica e resistência.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Jornal Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp da redação, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Jornal Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

Jornal Midiamax