Pit bull é morto a pauladas depois de atacar outro cachorro

Autora do crime ainda jogou o corpo do animal em um rio 
| 31/07/2015
- 15:17
Pit bull é morto a pauladas depois de atacar outro cachorro

Autora do crime ainda jogou o corpo do animal em um rio 

Na noite de quinta-feira (30), equipe da Polícia Militar foi acionada para ir até uma casa em Três Lagoas, a 338 quilômetros da Capital, onde foi denunciada a morte de um cachorro da raça , por disparo de arma de fogo.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), o dono do cachorro afirmou que o Pit bull sempre escapava e atacava os animais de Marta Regina Teixeira da Silveira, de 43 anos, pela grade do portão da casa dela.

A mulher revelou que, na noite de quinta-feira, o pit bull novamente escapou e, para separar ele dos cachorros dela, teve que agredi-lo com pauladas, o que causou a morte do animal. Ela ainda avisou o dono do cachorro e colocou o animal morto dentro de um saco e jogou no rio.

Os policiais pediram para fazer vistorias na casa de Marta, já que houve a denúncia de disparos de arma de fogo, mas nenhuma arma foi encontrada. A mulher afirmou ainda que só agrediu o cachorro para defender os animais de estimação dela.

Marta foi autuada por praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos, se ocorre morte do animal.

Veja também

Professor de 48 anos junto com a esposa e os três filhos sofreram um acidente...

Últimas notícias