Polícia

Em quatro meses, roubos em postos de combustíveis ultrapassam 20 casos

Maioria deles é filmada pelo circuito de segurança

Midiamax Publicado em 06/04/2015, às 12h54

None
img-20150330-wa0029.jpg

Maioria deles é filmada pelo circuito de segurança

A maioria dos donos de postos de combustíveis tem gravada a ação de criminosos que invadem o estabelecimento em motocicletas para cometer os roubos. Porém, muitos deles desistem de procurar a delegacia para registrar o crime, por conta da sensação de impunidade.

Desde o início deste ano, ao menos 20 casos já foram registrados, ou seja, quase cinco fatos por mês, sendo que este mês de abril mal começou. “Já fomos assaltados por duas vezes só neste ano, porém cansamos de procurar a delegacia para denunciar os casos, certo não é, mas acabamos postergando por nunca encontrarem os responsáveis”, denuncia um empresário à equipe do Jornal Midiamax, que informou que no ano passado foi assaltado por uma dupla por três vezes seguida.

No fim do mês passado, o funcionário de outro posto de combustíveis ficou ferido durante o flagrante de um policial que seguia para o trabalho e viu um roubo em andamento. A vítima passou por uma cirurgia para tirar o projétil que estava alojado no tórax, ficou internado e neste fim de semana, recebeu alta médica da Santa Casa de Campo Grande.

Na manhã desta segunda-feira (6), mais uma vítima de roubo feito por motociclistas procurou a 4ª DP (Delegacia da Polícia Civil) para denunciar o fato ocorrido na noite de sexta-feira (3), em um estabelecimento que fica na Avenida Guaicurus, no Jardim Campo Alto, região sul de Campo Grande.

O frentista foi abordado por uma dupla em uma motocicleta modelo Twister de cor vermelha que se aproximou de uma das bombas. Porém, quando o funcionário se aproximou deles, os suspeitos anunciaram o roubo.

O garupa apontou uma pistola de cor prateada para o funcionário que entregou o dinheiro do posto, um valor aproximado de R$ 360,00. Mais uma vez, o circuito do local filmou a ação e as imagens foram entregues para a Polícia Civil.

Jornal Midiamax